quinta-feira, 19 de julho de 2012

Pra minha pequena

Minha pequena,
você é a minha linda
você é o meu chuchu
meu amor urubuzinho
e se tá brava urubu


Do amor o seu sorriso
minha branquinha de cachinhos
meus dedinhos do pezinho


pequenina de tão linda
minha flor, minha menina
dorminhoca igual leão
dona do meu coração


A mordida na bochecha 
e depois um cafuné
da bitoca apaixonada
ao carinho no xulé


Minha pequena, 
você é o meu amor
sem você não sei viver
quero que se perca em mim
pra que eu nunca perca você.

Prece

Sou incompreendido
e mesmo aqui perdido
no clarão que me cega
essa vida sombria.

o profundo da alma
que um dia cheia
jorra em pudor vazia

o poder que elevava
à glória de mim,
que fracassa confuso
nesse labirinto sem fim
da mente que esconde a verdade
e se oculta na lágrima
que escorre e queima o rosto
não acho eu que.

incompreendido, perdido, indisposto
cego e confuso também,

preciso que me salve.